5 indicadores para ser uma escola referencia

A qualidade é um fator decisivo em qualquer empreendimento. No caso das instituições de ensino, ela é imprescindível para garantir bons resultados. Uma boa escola é capaz de proporcionar aos alunos ambientes propícios à convivência e à aprendizagem e, consequentemente, consegue conquistar a confiança dos pais dos estudantes.
Pode-se questionar o que exatamente é qualidade e como se pode avaliá-la, mas já existem indicadores que podem auxiliar a mensurar o nível da instituição de ensino em variados aspectos. Veja neste artigo os 5 indicadores principais que podem fazer com que a escola se torne um exemplo no ramo!

Orientações gerais

Os indicadores têm o objetivo de permitir que os pontos fortes e fracos da escola sejam identificados. Assim, será facilitado o diagnóstico dos problemas e, uma vez conhecidos, eles poderão ser combatidos através de planos de ação que promoverão mudanças.
O ideal é que haja uma discussão com a participação de toda a comunidade escolar (alunos, pais, funcionários, professores e diretores) para que ocorram reflexões sobre os diferentes aspectos da instituição de ensino. Serão apresentados, a seguir, os 5 principais tópicos que devem ser debatidos e levados em consideração para verificar a qualidade da escola.

Ambiente educativo

O caráter educativo da escola deve ser a prioridade. Apesar de isso parecer óbvio, nem sempre é devidamente valorizado na prática. É comum que as instituições priorizem a memorização de informações e não promovam a formação cidadã dos estudantes.
Uma escola modelo, no entanto, garante que os alunos sejam educados para a convivência em sociedade e aprendam valores éticos. O ensino de qualidade engloba a amizade, o respeito, a disciplina e outros fatores. Para observar como está o nível da escola em relação a esses temas, são pertinentes os questionamentos:

-> Existe solidariedade e altruísmo na escola?
-> Os alunos estão satisfeitos, sentem-se bem no ambiente escolar?
-> Os professores e funcionários gostam das funções que desempenham?
-> Existe respeito por parte dos alunos, dos professores, dos diretores e dos pais?
-> As regras preestabelecidas de convivência são divulgadas e cumpridas?
-> Em caso de transgressão, o tratamento é adequado e justo?

Prática pedagógica e avaliação

As condutas dos professores são importantes para garantir um aprendizado satisfatório. Em vez de cobrarem que os estudantes decorem informações, devem estimular os alunos a compreendê-las, interpretá-las e relacioná-las. Para isso, o docente deve conhecer as limitações de seus alunos e encorajá-los a superá-las.
Além dos métodos de ensino, é importante levar em conta como ocorrem as avaliações, pois observar o nível dos alunos é essencial para que os professores façam um bom planejamento das aulas. É positivo que os estudantes possam opinar sobre o tipo de avaliação que farão e também é recomendável que a autoavaliação seja incentivada. Sobre essa dimensão da escola, é necessário refletir sobre as seguintes questões:

-> Os docentes fazem planejamentos para as aulas e trocam experiências com os colegas para fazê-los?
-> Os professores empregam variados recursos metodológicos para tornar a aula mais dinâmica?
-> Nas aulas, são estabelecidas relações entre os conteúdos estudados e o cotidiano dos alunos?
-> Os alunos são tratados em suas individualidades e têm seu ritmo de aprendizagem respeitado?
-> As notas são distribuídas de modo a contemplar diferentes atividades?
-> Os professores acompanham o aprendizado dos alunos e notam as evoluções e as dificuldades?

Uma escola exemplar é aquela em que os professores acompanham de perto o aprendizado dos alunos

Gestão escolar democrática

Nenhum estabelecimento deve ter uma gestão unilateral; é na coletividade que as decisões devem ser tomadas. Portanto, devem ser promovidos conselhos escolares, grêmios estudantis e reuniões para a discussão de aspectos relevantes da administração da instituição.
A gestão deve ser democrática e transparente. Sendo assim, os administradores devem ouvir as expectativas, sugestões e reclamações de todos e também compartilhar com eles o planejamento. Para verificar se a gestão está ocorrendo de forma responsável e participativa, é preciso questionar:

-> Existe um canal comunicativo eficaz entre a direção, os professores, os funcionários os alunos e os pais?
-> As informações relevantes sobre a escola (os projetos, calendário letivo etc.) são disponibilizadas para todos?
-> Há um Conselho Escolar organizado e atuante?
-> Existem grêmios estudantis que opinam e são ouvidos sobre as decisões da escola?
-> Quando são promovidas reuniões, as mães, pais e responsáveis pelos alunos comparecem e se inteiram da situação da escola?
-> A escola desenvolve projetos em conjunto com outras instituições da sociedade (ONGs, fundações, universidades etc.)?

Formação e desempenho dos funcionários

O sucesso da escola resulta do trabalho de toda a equipe. Ele não depende apenas de gestores ou de professores, mas também dos demais profissionais que compõem a instituição. Para que bons resultados sejam alcançados e a escola se torne uma referência, deve haver uma parceria entre todos eles.
Deve-se garantir, portanto, que os funcionários tenham competência para realizar as tarefas a eles atribuídas. É preciso, também, verificar se a escola conta com um número suficiente de profissionais em cada área e se eles são motivados a melhorar. Sobre essa questão, é conveniente pensar sobre as seguintes questões:

-> Os professores têm formação na área em que lecionam?
-> Os docentes têm oportunidade e incentivo para participarem de cursos de formação continuada?
-> São realizados encontros para que supervisores e docentes possam trocar ideias sobre metodologias de ensino e formas de avaliação?
-> A escola conta com professores e funcionários em quantidade suficiente?
-> Os profissionais são assíduos e pontuais no cumprimento de seus deveres?
-> A equipe, principalmente a de professores, é estável ou passa por constantes trocas?

Ambiente físico escolar

O espaço escolar é um aspecto importante para o desenvolvimento das atividades curriculares e extracurriculares, portanto, precisa receber a merecida atenção. O ambiente deve ser agradável, arejado, arborizado e propiciar o convívio.
Assim sendo, a escola exemplar deve contar com espaço que seja suficiente, bem-aproveitado e de qualidade. É necessário verificar se os ambientes são funcionais e estão em bom estado. Acerca desses fatores, são relevantes os seguintes questionamentos:

-> Os ambientes escolares estão adaptados para receberem pessoas com deficiência?
-> A escola disponibiliza um pátio para ser utilizado pelos alunos nos momentos de lazer?
-> Existe algum espaço destinado aos esportes, como quadras e ginásios?
-> A instituição conta com diferentes instrumentos didáticos que podem ser utilizados pelo professor (quadro, retroprojetor, livros, jornais, revistas etc.)?
-> Existe laboratório de informática com acesso à internet?
-> Há bibliotecas bem-equipadas, organizadas e amplas?

A escola de qualidade tem compromisso com a manutenção de seus espaços de estudo e de lazer, como a biblioteca

Comente e continue frequentando o site!

Qual a sua opinião sobre esses indicadores de qualidade da escola? Pretende realizar essas reflexões junto a sua comunidade escolar? Queremos saber o que você pensa a respeito!
Para mais informações sobre como garantir que a escola seja uma referência, não perca os outros artigos do site! Há sempre novos textos relevantes sobre a qualidade da escola.

7 Vantagens de fazer um curso técnico à distância

As 7 vantagens mais atraentes para realizar um curso técnico à distância

Sabemos que o estudo é muito importante para a preparação para a vida profissional. E hoje, cada vez mais, é preciso continuar estudando, se atualizando e adquirindo novas habilidades para sobreviver no mercado de trabalho.

Muitas pessoas optam por fazer cursos técnicos neste processo de educação continuada, seja pelo foco na parte prática, pela duração menor ou pela área de atuação que eles desejam se inserir ou em que já se encontram.

Mais e mais alunos estão preferindo fazer cursos técnicos na modalidade à distância, e a oferta destes cursos, devidamente reconhecidos pelo Ministério da Educação, é cada vez maior.

E por que tanta gente opta por este tipo de curso? Ora, há muitas vantagens em se fazer um curso técnico à distância.

Vantagens de um curso técnico à distância

1 – Flexibilidade para estudar

Sem dúvida, a praticidade oferecida pelos cursos técnicos à distância é o principal motivo para as pessoas procurarem por este tipo de curso. E a praticidade vai muito além do fato de o aluno poder estudar no seu ritmo e fazer seus próprios horários.

Para quem já trabalha mas quer se inteirar das novidades na sua área de atuação ou para quem quer se qualificar para mudar de área, um curso tradicional tem o grande empecilho de demandar presença nas aulas todos os dias, durante um ou mais períodos.

Nos cursos à distância, o aluno vai poucas vezes ao polo de apoio educacional de sua escolha. A periodicidade varia entre uma vez por semana, uma vez por mês ou apenas para realização da prova final do curso. Assim, se torna possível conciliar trabalho e estudos sem problemas.

2 – Economia com mensalidades e deslocamento

Nas universidades e instituições particulares, os cursos à distância em geral têm mensalidades menores que os cursos presenciais.

Nas instituições públicas ou naquelas em que são oferecidas bolsas de estudos, a economia é ainda maior, pois o aluno faz o curso sem pagar nada.

Além das mensalidades, na educação à distância há grande economia nos gastos com transporte e até moradia. Por não ter de ir ao curso todos os dias, o aluno gasta bem menos com transporte. E, também, ele não precisa sair de casa ou alugar um local mais perto de onde estuda, porque ele não precisa ir sempre à instituição.

3 – Conteúdo sempre disponível

É sempre muito chato quando temos de faltar à aula e perdemos algum conteúdo. Talvez não consigamos entender o conteúdo mais pra frente, ou talvez aquele exato tópico seja cobrado em prova.

No ensino a distância isso deixa de acontecer: todo o conteúdo, entre aulas online, apostilas, slides e exercícios, estão sempre disponíveis na plataforma virtual e podem ser acessados de qualquer lugar com conexão com a internet.

Está com dúvidas sobre um determinado conteúdo? Você pode acessá-lo a qualquer hora, e assistir àquela aula até que tudo seja compreendido. Esta possibilidade de replay na aula você só tem em cursos à distância, aproveite!

4 – Solução rápida de dúvidas

Se, após rever um vídeo, a explicação ainda não estiver clara, há mais opções de ajuda. Você pode discutir sua dúvida com seus colegas, mas não na cantina da escola, e sim em um chat online!

Através do chat, alunos de diversas cidades podem se conhecer e trocar conhecimento. Além dos outros alunos, há também os tutores, sempre prontos para tirar dúvidas nos fóruns sobre as matérias e também sobre quaisquer dificuldades técnicas que o aluno tiver com a plataforma.

Os professores do ensino a distância em geral estão também dispostos a atender às dúvidas dos alunos e indicar aprofundamento em algum tópico ou mais fontes para estudo de alguma matéria. Se em um curso presencial é bem difícil ter este contato tão direto com o professor, no curso à distância ele está a apenas um clique.

Com a tutoria, você recebe no curso à distância até mais atenção do que receberia em um presencial. Com a tutoria, você recebe no curso à distância até mais atenção do que receberia em um presencial.

5 – Você aprende a administrar seu tempo

Além de todo o conteúdo oferecido, você também sai do curso sabendo administrar melhor seu tempo.

A maioria dos alunos que desiste no meio do caminho aponta como objetivo a falta de disciplina para organizar os estudos. Quem permanece no curso aprende a dividir melhor seu tempo de trabalho, estudo e lazer, e faz isso por conta própria, sem orientação escolar.

A boa gestão do tempo, além da capacidade de ser multitarefas, é uma habilidade cada vez mais desejada dentro do ambiente de trabalho, possibilitando não apenas sua contratação, mas também crescimento rápido dentro da empresa.

6 – Desenvolvimento de habilidades em informática

Além da matéria do curso e da gestão do tempo, o aluno também aprende mais sobre informática!

Ao entrar no ambiente virtual de aprendizagem, em geral o aluno começa a ter contato com uma função totalmente nova da internet, e, aos poucos, vai se familiarizando com a plataforma, adquirindo cada vez mais autonomia.

Do mesmo modo, um curso à distância exige muitas vezes que sejam feitas pesquisas complementares e enviados trabalhos e relatórios feitos através de outras ferramentas do computador, ferramentas estas com que o aluno não tinha muito contato antes de iniciar o estudo a distância.

Os alunos de cursos à distância também ganham mais intimidade com a informática. Os alunos de cursos à distância também ganham mais intimidade com a informática.

7 – Diplomas reconhecidos pelo MEC – e iguais aos dos cursos presenciais

É fundamental que qualquer curso técnico seja reconhecido pelo Ministério da Educação, pois isso garante a seriedade dele e a validade do diploma.

Fazer um curso técnico reconhecido pelo MEC pode fazer toda a diferença na sua vida profissional. Ao concluir o curso, o aluno terá um diploma igual ao do aluno que fez o mesmo curso na modalidade presencial, não havendo nenhum menosprezo ao aluno que faz um curso técnico à distância.

Você ainda tem alguma dúvida? Quer mais informações sobre o assunto? Entre em contato com nossos especialistas!